[RESENHA LITERAL] Pecados Sagrados - Nora Roberts

Editora: Bertrand Brasil
Autora: Nora Roberts
Nº de Páginas:  350
Sinopse: Combinando cenas de suspense explosivo com paixões arrebatadoras, Nora Roberts bota pra ferver nesta novíssima e clássica história - a tórrida narrativa de um casal no encalço de um assassino enlouquecido, uma busca que os fará mergulhar de cabeça no perigo.
Nos indolentes dias de verão, uma impiedosa onda de calor é o principal assunto na capital norte-americana. Mas a condição climática logo deixa de ser matéria das primeiras páginas quando uma jovem é encontrada morta por estrangulamento. Um bilhete foi deixado: Seus pecados lhe são perdoados.
Logo surgem duas outras vítimas, e, de repente, as manchetes passam a ser dedicadas ao assassino que a imprensa apelidou de "Padre".
Quando a polícia pede à Dra. Tess Court, uma psiquiatra renomada, que auxilie na investigação, ela apresenta o retrato de uma alma perturbada.
O detetive Ben Paris não dá a mínima para a psique do assassino. No entanto, o que ele não consegue descartar com facilidade é a sensual Tess.
Moreno, alto e bonitão, Ben tem uma reputação lendária com as mulheres, mas a fria e elegante Tess não reage como as outras que ele conheceu... e o detetive acha o desafio sedutor. Agora, enquanto os dois estão juntos numa perigosa missão para deter um serial killer, irrompe a chama de uma paixão incandescente.
Mas há alguém que também está de olho na linda médica loura... e só resta a Ben rezar para que, se o assassino atacar, ele consiga detê-lo antes que seja tarde demais...


Gente do céu, o que é esse livro?! Comprei ele na Bienal e fiquei sem palavras e sem folego a cada momento que se passava a história. 
O livro vai contar sobre a história sobre um caso que está aterrorizando uma capital norte-americana onde um homem está matando as mulheres, e depois deixando um bilhete super misterioso dizendo: "Seus pecados lhe são perdoados". E com a sequência de mortes vindas da mesma maneira, entra em ação o detetive Ben Paris junto com o seu parceiro Ed que tentam desvendar o mistério mas parece que ainda assim tem algo mais nesse Serial Killer.
É aí que vemos a Dra. Tess Court, psiquiatra, que irá ajudar a dupla a entender a mente desse assassino. Além de vermos os três trabalhando juntos, vemos também a vida pessoal da psiquiatra, pois o livro também é falado pela visão dela e do proprio assassino que mesmo tendo a sua visão não conseguimos identificar ele.
O livro além de suspense traz um romance que não é muito abordado, mas que suaviza um pouco a história, e acho que foi isso que me chamou mais atenção pro livro, tudo é muito moderado e bem colocado. 
Os personagens são bem construídos e são bem dinâmicos, não é igual a aqueles romances em que a mocinha sempre depende do homem para ser salva, aqui você vai ver que as palavras também são uma grande arma quando bem usadas. E isso me fez admirar a profissão da Tess, e conhecer um pouco mais. 
Recomendo bastante o livro, apesar de não ganhar 5 estrelas por conta do final, recomendo bastante o livro.


2 comentários:

  1. Eu tô lendo um livro da autora e to amando, mas esse acho que não me conquistará não. Não é muito meu estilo.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  2. Eu no começo achei que não gostaria muito não, mas no fim mudei a minha opnião.

    ResponderExcluir