[RESENHA LITERAL] "Dezesseis Luas" de Kami Garcia & Margaret Stohl

Apesar de eu ter lido esse livro há um tempo, lembro bem de alguns aspectos marcantes que eu gostei e odiei, então, vamos à resenha...



Título: Dezesseis Luas
Livro: Série, primeiro volume ("Beautiful Creatures")
Autoras: Margaret Stohl & Kami Garcia
Sinopse: "Ethan é um garoto normal de uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos e totalmente atormentado por sonhos, ou melhor, pesadelos com uma garota que ele nunca conheceu. Até que ela aparece... Lena Duchannes é uma adolescente que luta para esconder seus poderes e uma maldição que assombra sua família há gerações. Mais que um romance entre eles, há um segredo decisivo que pode vir à tona. Eleito pelo Amazon um dos melhores livros de ficção de 2009. Direitos de tradução vendidos para 24 países. Um filme da série está sendo produzido. "Pacote completo: um cenário assustador, uma maldição fatal, reencarnação, feitiços, bruxaria, vudu e personagens que simplesmente prenderão o leitor até o fim..."



(2,5)


Esse é um livro amado por muitos e odiado por muitos, já que nem todo mundo gosta. Então, o que posso dizer é que eu fiquei no meio termo, já que tenho boas expectativas pelo próximo e espero que as autoras mudem alguns aspectos. 
O livro conta a história de Ethan, um garoto de 16/17 anos (não me lembro bem, desculpem-me!) que mora em Gatlin, uma cidade pequena, pacata e repleta de mistérios... Mas no meio dessa vida normal e comum, Ethan começa a ter sonhos e visões de uma garota e começa a ficar preocupado, tendo a sensação de que ele a conhece há muito tempo. Até que um dia Lena aparece, uma garota misteriosa e quieta, a garota dos sonhos e das suas visões.
Uma palavra pra definir esse livro? Enrolação.
Fiquei o livro todo esperando um livro cheio de ação, mistério suspense de arrancar os cabelos, mas tudo que recebi foi uma história monótona e que enrolou o livro inteiro pra chegar no que interessava: o final (por mais que este tenha me agradado).
Tem vezes que é compreensível o livro ser meio parado, mas o problema é que as autoras enrolaram demais e só no final as coisas começaram a ficar animadas, contando com algumas reviravoltas, elas começaram a contagem regressiva mais ou menos um ano antes do acontecimento, para vocês terem uma ideia. 
Eu gostei do livro, tem partes muito boas no começo e no meio que acabam fazendo com que queiramos continuar a leitura, mesmo que com força de vontade. Entretanto, se esperam um livro super animado, estejam cientes de que este não é o livro.
Outro aspecto super negativo são os personagens principais (ou até mesmo os secundários) que não são muito bem construídos e têm os defeitos que menos gostamos em personagens.  Ethan pra mim é um cara sem atitude, tirando alguns casos. E Lena uma dramática. Os personagens secundários que mais se destacaram pra mim (no ponto positivo!) foram Ridley, prima de Lena e Link, melhor amigo de Ethan.
Fora que, tirando esses pontos citados acima, o mistério envolvendo Gatlin não foi solucionado por completo pra mim, ainda não entendi algumas que dizem na sinopse e outras  eu achei um tanto quanto superficiais. 
O livro só mereceu 2,5 por conta de a história e a ideia serem boas, assim como o final e algumas cenas do livro. As reviravoltas me fizeram querer o próximo livro, mesmo que não muito, só por conta de uma leve curiosidade.
Portanto, concluindo, o livro é bom, mas pecou com muitos aspectos. Tanto quanto nos personagens quanto a enrolação e os mistérios dados como resolvidos, que pra mim não foram resolvidos em quase nada. 

- Por Ana/Bia

Nenhum comentário:

Postar um comentário