[RESENHA LITERAL] "Jogos Vorazes", de Suzanne Collins

É difícil falar de um livro do qual muita gente já leu ou sabe nem que seja um ponto da história, já que foi (e é) um bestseller de vendas mundial e um filme com uma quantidade hiper elevada de bilheterias, mas, aqui vou eu....



Título: Jogos Vorazes (A capa ao lado é a internacional, identica à nacional tirando o nome traduzido!)
Autora: Suzanne Collins
Páginas: 397
Sinopse: "Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstram seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte! Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?"


Seguindo Ao ritmo básico de toda a resenha vou contar um pouco da história para vocês: Katniss Everdeen é uma garota de 16 anos que vive no Distrito 12 de um continente chamado Panem. É uma sociedade distópica, então se passa num futuro um pouco distante num lugar antes conhecido como América do Norte.  Nesse continente existem 12 distritos e uma sede, a Capital(que em ingles é dado Capitol). Há uns tempos antes de Katniss houve uma guerra, dos 13 distritos contra a Capital, no qual o 13º distrito acabou sendo destruído e como punição surgiram-se Os Jogos Vorazes - no qual uma garota e um garoto são sorteados(de cada distrito), para que todos lutem entre si e se matem, tendo apenas um vencedor dos 24 iniciais. É um resumo bem básico do livro, mas que, se você não leu livro e nem viu o filme, pode ser capaz de entender a base de tudo.
Começando definitivamente a resenha, posso dizer que é um livro bem interessante e criativo, a ideia de Suzanne Collins abriu as portas para muitos livros distópicos que antes não tinham tanto espaço no mundo dos livros e com isso, por mais que não seja a primeira nem única, abriu portas à esse mundo, assim como Stephanie Meyer(há alguns anos atrás) a um universo novo de vampiros*.  
O livro é muito bom, mas não é tão animado. A ideia é ótima, o mundo distópico é bem real, mostrando uma boa parte da "necessidade de mostrar o poder" do ser humano e entre outras coisas que atualmente são muito comuns (base de um livro distópico é isso, mostrar uma sociedade futurista que tem muitos problemas atuais). 
Além disso, não tem um romance muito meloso, já que todo o romance é feito por causa da sobrevivencia (pelo menos é isso que se tem impressão nesse livro). Entretanto, apesar de não ter um romance muito real (a ideia é deixar os leitores na dúvida mesmo!), também não é muito pesado(pesado que eu digo é que não é uma história super violenta, é feita pra abrir os nossos olhos de alguma forma).
As pessoas são cruéis sim nesse livro, mas isso também não é mostrado da pior forma do ser humano, o que pra mim nesse caso foi um ponto positivo, já que Katniss tem 16 anos, combinando com a faixa etária dos leitores (como eu!) e não deixando a narrativa tão... triste, por mais que seja uma realidade muito presente. 
A narrativa é excelente, flui muito bem e bem rápido, até mesmo pra mim que leu em ingles (da metade do livro até o final, mas mesmo assim haha). Katniss é uma personagem muito bem construída e não é uma donzela em perigo. Gosto dos outros personagens, mas fico com medo de confiar em alguns e no final acabar me decepcionando (já que em  muitos livros a coisa funciona assim ultimamente...). 
É uma leitura recomendada, não dou 5 estrelas porque apesar de o livro ser muito bom, algumas partes são meio paradas (me senti como em FEIOS, que o livro tem partes emocionantes e boas, mas têm que pra mim são dadas como desnecessárias), como o cotidiano de Katniss (que apesar de ajudar a aprofundar a trama, deixa o livro um pouco mais lento). Então, leiam, com certeza não irão se arrepender! Até porque falam que a continuação (Catching Fire/Em Chamas) é muito mais animada. 


* Não é uma comparação entre histórias ou temas, é simplesmente uma comparação que ambas abriram um espaço maior para esses estilos de livros nos quais cada uma delas estão vinculadas.


- Por Bia/Ana

Nenhum comentário:

Postar um comentário